Chakrasana – Posição da roda

chakrasana - Chakrasana - Posição da roda


Dica

Entrar e sair de uma posição são partes integrantes da prática de ioga. Não tenha pressa. Saia com consciência.

Atenção

Não execute esta posição se tem discos deslocados, hérnias, problemas cardíacos, pressão arterial elevada, ou durante a gravidez, período menstrual, e no pós-parto.

[separator color=” thickness=” up=” down=”]

Carregue baterias com esta posição exigente mas muito revigorante.

[separator color=” thickness=” up=” down=”]

[dropcaps style=’bold’]1[/dropcaps]

Deite-se de costas, com os joelhos flectidos e os pés 20 cm afastados das nádegas.
Apoie as mãos junto aos ombros, com os dedos virados na direcção das ancas. Respire calmamente ao agachar-se através dos tornozelos.

posicao roda1

[separator color=” thickness=” up=” down=”]

[dropcaps style=’bold’]2[/dropcaps]

Erga as ancas, depois inspire e levante-se a partir do crânio. Respire ao preparar-se mentalmente para se levantar.
Pressione as palmas das mãos contra o chão, inspire ao endireitar os braços e forme um arco com o corpo.

posicao roda2

[separator color=” thickness=” up=” down=”]

[dropcaps style=’bold’]3[/dropcaps]

Uma vez em arco, faça alguns ajustes. No esforço a levantar-se, os dedos dos pés tendem a virar para os lados e os joelhos a afastarem-se. Coloque os pés paralelos um ao outro e aproxime novamente os joelhos.

posicao roda3

[separator color=” thickness=” up=” down=”]

[dropcaps style=’bold’]4[/dropcaps]

No ássana clássico os calcanhares ficam assentes no chão, todavia, neste exercício, ponha-se em bicos dos pés até endireitar os braços. Mantenha os calcanhares no ar se não tiver flexibilidade para baixá-los, evitando assim uma compressão na zona inferior da coluna.
Visualize um círculo de energia desde as mãos até aos dedos dos pés. Erga o sacro e conduza-o neste círculo imaginário na direcção dos joelhos. Levante a parte superior das coxas e abra um pouco mais as virilhas. Expanda o tórax.

[separator color=” thickness=” up=” down=”]

[dropcaps style=’bold’]5[/dropcaps]

Permaneça assim durante cinco a dez respirações. Para desfazer o ássana, desloque o queixo para dentro e baixe-se com cuidado. Descanse e aprecie as alterações no corpo e na mente após este alongamento. Repita duas vezes – na terceira sentir-se-à ainda melhor.

[separator color=” thickness=” up=” down=”]

[dropcaps style=’bold’]6[/dropcaps]

Relaxe a coluna flectindo os joelhos na direcção do tórax e balouçando-se lentamente para os lados. Quanto mais vagarosamente balouçar, mais agradável será a massagem.

posicao roda4.